• E-mail comercial@aleia.com.br
  • WhatsApp (21) 98753-8873

Resultados orientados por Valores Organizacionais

O exercício de identificação de Missão, Visão e Valores das organizações, existe já faz tempo. Acontece que a, conforme os modelos de gestão de negócios evoluem, se atualizam, cada vez mais nos perguntamos, como que de fato se pode afirmar que uma organização atinge bons resultados por conta de seus valores?

É possível uma associação de Valores Organizacionais, com Resultados de Desempenho? O fato de raramente ser dada a devida atenção a compreensão aos Valores Organizacionais está justamente na resposta a esta pergunta:

  • Se a resposta for negativa: Certamente teremos apenas uma "lista de palavras ou frases" em um quadro, fixado em uma parede ou no site institucional;
  • Se a resposta for positiva: A organização passará a se esforçar, através dos seus gestores, para que seus valores sejam claramente definidos, incorporados ao comportamento de seus colaboradores e diretamente relacionados aos seus indicadores de desempenho
Em minha atividade profissional como Consultora de Gestão, tenho percebido que ainda são poucas empresas dedicam tempo e esforço para definir, esclarecer, comunicar e incorporar seus valores de negócios no seu modelo de negócios, que na verdade deverão ser a base de seus processos operacionais.

Mais distante ainda percebemos as organizações de realizam recrutamento baseado em valores, e buscam no mercado os colaboradores que já trazem em si o alinhamento de valores pessoais com os valores organizacionais. Valores bem definidos e incorporados, possibilitam aos seus líderes usá-los como uma referência para tomada de decisão. E é neste momento que começamos a relacionar Valores Organizacionais e Resultados de Negócio.

O recente artigo publicado pela MIT Sloan Management Review, cujo título é : Measuring Cultura in Leading Companies, apresenta uma estudo sobre a importância da Cultura Organizacional para o desempenho das organizações. Este artigo de apresenta o resultado de um estudo feito com base em dados obtidos sobre cultura organizacional de 500 empresas líderes, utilizando-se “machine Learnign” e analise de profissionais especialistas.

No MIT Sloan Culture 500, apresenta como as principais empresas da economia mundial estão classificadas em nove dimensões da cultura corporativa, que correspondem os 9 valores-chave mais citados pelas empresas líderes e têm o maior impacto nos resultados.

Ao analisar o MIT Sloan Culture500, podemos perceber, que para uma análise adequada, cada conceito de valor organizacional, precisa de ser claramente definido, caso contrário o estudo incorreria no risco de comparar conceitos distintos para uma mesma palavra. Desta forma, as nove valores-chaves estão bem definidos, são eles:
 
  • Agilidade: Colaboradores respondem rápida e efetivamente às mudanças no mercado e aproveitar novas oportunidades.
  • Colaboração: Colaboradores trabalham bem juntos em sua equipe e em diferentes partes da organização.
  • Cliente: Colaboradores colocam os clientes no centro de tudo que fazem, ouvindo-os e priorizando suas necessidades.
  • Diversidade: A empresa promove um local de trabalho diversificado e inclusivo, onde ninguém é prejudicado por causa de seu gênero, raça, etnia, orientação sexual, religião, visão de mundo, geração ou nacionalidade.
  • Execução: Colaboradores têm o poder de agir, possuem os recursos de que precisam, aderem à disciplina do processo e são responsabilizados pelos resultados.
  • Inovação: A empresa é pioneira em novos produtos, serviços, tecnologias ou formas de trabalho.
  • Integridade: Colaboradores sempre agem de maneira honesta e ética.
  • Desempenho: A empresa recompensa os resultados por meio de remuneração, reconhecimento informal e promoções, e lida de maneira eficaz com funcionários com desempenho insatisfatório.
  • Respeito: Colaboradores demonstram consideração e cortesia pelos outros e tratam uns aos outros com dignidade.
Podemos também perceber que alguns valores, são mais frequentes em determinados setores da economia, como por exemplo:
  • Agilidade, se destaca em empresas de comércio virtual ou móvel, como nas empresas Uber, Facebook, Amazon e Netflix;
  • Colaboração, surge em empresas de Consultoria como a Bain & Company, BCG e Gartner;
  • Clientes: Toma destaque nas áreas médicas e farmacêutica;
Se podemos encontrar convergência de valores organizacionais em empresas líderes, estes provavelmente possuem relevância para que estas empresas se posicionem na liderança em uma relação de causa e efeito.

Resta-nos o desafio de relacionar os Valores Organizacionais, com Resultados de Desempenho. Para este desafio, se faz necessários trabalho em 3 frentes:
  • Gestão de Resultados: Medidos por indicadores de desempenho, orientados a objetivos estratégicos com utilização de metas claras.
  • Transformação Cultural: Quais são os valores atuais percebidos pelos evolvidos? Quais os valores desejáveis para organização? Qual a lacuna existente entre estas duas visões? O que devo preservar? O que devo promover em termos de valores? Como cada um destes se relaciona aos indicadores nas diferentes dimensões de desempenho?
  • Conduzir a mudança da Cultura Organizacional: Quem lidera as equipes envolvidas nestes processos? Como eles devem se envolver? Quais estilos devem ser ativados?
Assim compreendemos porque, Richard Barret, em seu livro “A Organização Dirigida por Valores” nos esclarece o porquê de as organizações voltadas para os Valores, e na premissa de que as necessidades dos colaboradores são fatores críticos de para que as organizações atinjam alto desempenho.

Elizabeth Borges, PMP
Sócia - Diretora, Aleia

Referencias:
https://www.transform-action.net/valores-clave-para-el-exito-de-un-negocio/
https://sloanreview.mit.edu/projects/measuring-culture-in-leading-companies/#chapter-1
https://sloanreview.mit.edu/culture500)
https://www.barrettacademy.com/
https://www.barrettacademy.com/values-driven-coaching

#resultados #negócios #valores #cultura #desafio #desempenho #organização #empresa #gestão #agilidade #colaboração #cliente #diversidade #inovação #integridade #desempenho #respeito #ética #richardbarrett