• E-mail comercial@aleia.com.br
  • WhatsApp (21) 98753-8873

A necessiade de Agilidade Estratégica

Estivemos aprofundando as nossas discussões sobre Agilidade Estratégica, na noite de ontem. Interessante como, quanto mais diversidade de gerações e experiencia de vida e modelos da atuação, mais rica a discussão e reflexão.

As diversas experiencias, nos levam a validar os conceitos existentes no livro: “Fast Strategy: How Strategic Agility Will Help You Stay Ahead of the Game”, de autoria de Doz, Yves e Kosonen, Mikko publicado pela Wharton School Publishing.

Na concepção de Yves Doz e Mikko Kosonen, existem setores econômicos que atravessam transformações complexas e outros nem tanto, assim como as mudanças podem ocorrer de em velocidade mais rápida ou mais lenta. Dependendo de onde a organização de posiciona na matrix “velocidade x complexidade da mudança”, deverá orientar o modelo de gestão estratégica da organização.

O que nos leva a compreender, como existem negócios que que surgem muito rapidamente e crescem muito rapidamente, como por exemplo foi possível ver no rio de Rio de Janeiro o crescimento das Fábricas de Bolo.

Empreendedores muito rapidamente perceberam uma mudança de comportamento de mercado, onde o já não se tem mais tempo para produção caseira de bolos. Depois surgiram os bolos em potes, os cupcakes e assim as empresas empreendedoras seguem com mudanças rápidas, simples e lineares.

Cada vez menos identificamos empresas atuando em mercados onde a mudança seja lenta, simples e linear. O comportamento do consumidor, falo pessoalmente como consumidora, exigindo mais dos serviços. E nos foi possível discutir isto ontem, no nosso grupo. O que nos levou a concluir que existe sim a necessidade de se continuar a realizar planejamentos, porém também todos concordamos que este, precisa mudar.

Por que o Planejamento Estratégico, precisa mudar? Porque as mudanças, não estão apenas mais complexas, mas também estão ocorrendo com maior velocidade, exigindo agilidade.

Na pesquisa PULSE OF THE PROFESSION – 2018 , do PMI ™, nos trouxe informação  sobre as perspectivas das organizações nos últimos 5 anos, podemos observar que 71% das organizações pesquisadas, apresentaram ampliação de suas perspectivas. Tornando as empresas mais inovadoras.

Saber navegar na complexidade, com rapidez traz um diferencial competitivo, conforme nos demonstra o resultado da pesquisa *Global Leadership Forecast 2018 (DDI). Que nos demonstra uma clara vantagem das empresas, classificadas como inovadoras em relação as conservadoras, onde podemos constatar que as empresas inovadoras: operam 5,6% mais em ambientes altamente digitais e reagem a mudanças 5,1% mais rapidamente. Ou seja, utilizam a tecnologia para lidar com a complexidade e agem com maior velocidade, se posicionando no quadrante de Empresas Estratégicamete Ágil, segindo a Matrix de Yves Doz e Mikko Kosonen.

Quais características das organizações que são capazes de prosperar em ambientes de transformações rápidas e complexas?

  • Os objetivos, são baseados em necessidades constituídas, porque compreendem que o conceito de “cliente satisfeito” e criam métodos de captar as reais necessidades de seus clientes e fazer disto uma obrigação de todos os colaboradores.
  • Porque todos compreendem os objetivos, se comprometem com os objetivos, reconhecem o valor a colaboração entre os membros do time
  • Reconhecem a necessidade do empoderamento dos times para tomarem decisões e solucionarem problemas rapidamente. 
  • Decisões, novos produtos e serviços, são testadas rapidamente, ajustadas rapidamente e melhoradas rapidamente. 
O outro fator relevante é que as organizações estrategicamente ágeis, percebem mais rapidamente que suas estratégias podem falhar.  Estão sempre observando indicadores de ajuste de percurso e alinhamento estratégicos, quando ficam atendo a:
  • A quantidade de oportunidades que são perdidas;
  • Percebem que não foram hábeis em se responder rapidamente a mudanças e demandas de mercado;
  • Percebem crescer sues índices turnover, com dificuldade em atrair e reter talentos
  • Não conseguem fazer com que os objetivos estratégicos sejam conhecidos de todos;
  • Acumulam perda de tempo e dinheiro nas iniciativas
Em resumo o desempenho diferenciado nas organizações Estrategicamente Ágeis as leva a assumem riscos, tomada de decisões baseadas em informações disponíveis com ajustes contínuos e principalmente, possuem capacidade de trabalhar com recursos limitados.

Elizabeth Borges, PMP
Diretora Aleia
 
Referencias:
“Fast Strategy: How Strategic Agility Will Help You Stay Ahead of the Game”, de autoria de Doz, Yves e Kosonen, Mikko publicado pela Wharton School Publishing.
PMI ™Pulse of the Profession - 2018